#2 Amigoscomercialfoto - Austrália durante a pandemia por John Swainston

30 Abril 2020, quinta-feira . Comercialfoto , Fotografia

 

Esta semana no tema “Fotografe com os amigos da Comercialfoto”, temos o prazer de apresentar um projeto de um velho amigo meu, John Swainston. Fotógrafo e empreendedor Australiano. As imagens falam por si, mas fica aqui a história.
Quando, no inicio de Abril, a pandemia Covid-19 causou um LockDown, nível 3 na Austrália, o John teve a ideia e determinação de documentar em imagens a cidade de Sidney á noite- como o lockdown mudou o carácter dos espaços públicos, estradas e passeios, locais que em situações normais estariam apinhados de trabalhadores, turistas, pessoas a jantar fora, ou ir ao cinema. 
O John inspirou-se num trabalho feito em Março por um fotógrafo profissional inglês de renome, Giles Christopher, intitulado London in Lockdown . Teve também influencia, reportagens fotográficas feitas em Nova York no 11 de Setembro, em Fukushima após o terramoto de 2011, e ainda a devastação causada pelo Tsunami Aceh em 2004. No caso atual está naturalmente a documentar uma crise de saúde, e não um desastre natural.

Em 6 noites, durante o mês de Abril, John Swainston andou pela cidade, fotografando as ruas, os pontos de interesse, e locais icónicos da cidade, desta vez claro, com a ausência do povo, para o qual foi construída a cidade. Da escadaria da Opera House de Sidney à Sydney Harbour Bridge e à Estação Central. O Aeroporto Internacional de Sidney foi fotografado durante o dia; no dia exato em que a Virgin Australia, a segunda maior linha aérea Australiana, anunciava a nomeação de Administradores Financeiros de crise, para tentar evitar um colapso financeiro.

O John, tem 70 anos de idade. Ele tomou todas as precauções necessária, com aconselhamento médico. Sempre de máscara e viseira protetora, luvas descartáveis de cada vez que entrava e saia do seu carro, gel desinfetante usado á entrada e saída do veículo antes de tocar no que fosse. Após cada viagem, de regresso a casa, banho imediato e roupas todas na máquina de lavar. Fazia-se sempre acompanhar pelo seu cartão da associação de fotógrafos a que pertence, assim como a creteditação de fotografo de imprensa, e sempre com colete de sinalização vestido. Teve obviamente muitos encontros com a policia, mas sem quaisquer problemas, dada o óbvio aspeto profissional de todo o equipamento que usava.

Nas palavras de John Swainston – “Os historiadores dependem sempre de registos contemporâneos de eventos. Com isso em mente achei que, este trágico evento histórico, da primeira pandemia global massiva desde a “Gripe Espanhola” em 1918-19, que vitimou milhões em todo o mundo, deveria ter um registo de imagens de Sidney durante o Lockdown. Não existem muitas imagens semelhantes da pandemia anterior há 102 anos”.

“ As imagens não são perfeitas de um ponto de vista técnico. São simples imagens documentais, executadas em curto espaço de tempo, com a escolha do preto e branco a representar melhor o ambiente da cidade“. 

“Todas as imagens foram feitas sem tripé, com uma Nikon D850 e um Nikon Z7, com uma panóplia de objetivas Nikon luminosas, e usando ISO 2500 e ISO 5000.”

John tem expectativa que deste seu trabalho possa resultar numa Exposição em Sidney durante o ano de 2021. 

João Carlos Pinto
CEO

SYDNEY, AUSTRALIA UNDER COVID-19

PRESIDENTE DO “AUSTRALIAN INSTITUTE OF PROFESSIONAL PHOTOGRAPHY”

John Swainston começou a ser fotógrafo numa fase mais adiantada da sua vida.

Emigrou para Austrália do Reino Unido em 1979, onde vive desde essa altura. Durante grande parte da sua vida trabalhou com grandes fotógrafos Australianos, como distribuidor e fabricante de produtos fotográficos.

 

Veja mais sobre o trabalho de John Swainston.

#amigoscomercialfoto #johnswainston

 

Partidas na Central Station 
A Central Station de Sidney, serve cerca de 300 000 passageiros por dia. As 18:00, vi 11 pessoas no atrio central
da Estação, 5 deles funcionários ferroviários.

 
 
Virgin out the window
Uma hora antes, a administração a Virgin Australia anunciou que a empresa pediu ajuda financeira,
estando em risco 16 000 postos de trabalho.
 
 
 
East Circular Quay
Outro local sempre cheio de pessoas á hora de jantar e pela noite dentro . Restaurantes todos fechados!
 
 
 
Takeaway Delivery at Speed
Com todos os restaurantes fechados, toda uma nova frota de ciclistas em mobilidade elétrica cruzam a cidade,
fazendo entregas de comida takeaway.
 
 
 
Frente da Opera House
Um local sempre cheio de turistas e pessoas a caminho dos restaurantes, agora deserto as 21.00.
 
 
 
King Cross: Williams Str para Este
Esta é a principal via de saída da cidade a este. As 21:00 em dias normais esta via estaria com transito congestionado
em ambos os sentidos
 
 
 
Comboio de Metro Solitário na George Street
Em Janeiro deste ano Sidney voltou a criar um serviço de metro de superfície na sua rua mais afluente, George Street.
AS 21:30 – Um comboio e ninguém por perto.  
 
 
 
 

Regressar aos posts »