Trabalho de campo com tripé Benro TMA38CL

13 Janeiro 2016, quarta-feira . Benro , Fotógrafos Convidados

Luís Quinta - fotógrafo, colaborador regular da National Geographic Magazine e da revista Visão, deixa-nos a sua visão do Tripé que utiliza no seu trabalho.

Luís Quinta

Após muitos anos de trabalho no campo e de ter usado vários tripés ao longo destas três décadas, possuo aquele que será certamente o melhor tripé que usei até hoje.

O Benro TMA38CL é sem dúvida uma peça de tecnologia e materiais de ponta!

A pergunta pode ser simples; há assim tantos detalhes num tripe que façam uma peça ser tão distinta das restantes? Sim!

Existem muitos pormenores que fazem de um bom tripé um utensílio singular.

Construído em carbono, com 9 folhas (9x) a sua leveza para a dimensão, é notável. Pesa apenas 2kg!

As roscas de aperto de cada segmento (4 em cada perna) são fluidas no manuseamento, precisas na manobra e resistentes no uso.

Todo o tripé possui uma ergonomia assinalável desde a rótula (configurável com vários modelos), à coluna central, ou às pernas!

Tenho viajado com o Benro TMA38CL para locais tão diversos tais como, zonas ribeirinhas, florestas, praias ou zonas variadas de litoral marinho.

Além da configuração standard, este tripé traz de origem uma segunda coluna central de dimensões muito reduzidas. Trocando a peça, podemos abrir o tripé até ao nível do chão e fotografar paisagens ou sujeitos em grande aproximação, com a máxima estabilidade!

O anel de aperto da coluna central é extremamente prático e ergonómico.

Para ambientes mais agreste (gelo, rochas lisas) e onde seja necessário fixação do tripé com solidez, é possível trocar as extremidades de borracha por bicos de metal! ( tarefa fácil de executar sem necessidade de recorrer a ferramentas).

Todos os elementos móveis neste tripé são ajustáveis: coluna, pernas, fluidez da abertura das pernas, stops de ângulo das pernas.

Para maior estabilidade do conjunto, possui, na base da coluna longa, um gancho para pendurar um objecto pesado.

A bolha de nível na base triangular das pernas, é de grande utilidade principalmente na fotografia de paisagens e nas imagens panorâmicas.

Este tripé suporta até 16 kgs, mais do que suficiente para o conjunto mais pesado que uso de 9 kgs (objectiva 600 mm + câmara + flash + cabeça gimbal).

Para pessoas altas, ou mesmo para trabalhar com a câmara alta, este conjunto ultrapassa o 1,8m (com cabeça de tripé).

Apesar de muito uso, não sinto folgas nem desajustes nas partes dinâmicas deste tripé.

Para fotografia de paisagem e panoramicas, optei pela cabeça Benro V3E, suberba.

Regressar aos posts »